Eu sempre fui meio tímida, não gosto que pessoas desconhecidas fiquem me olhando ou venham falar comigo. Retraio-me como uma criança amedrontada que foi jogada em um quarto escuro e frio. Se eu tiver que ir na rua resolver algo sozinha então, entro em pânico imediato e prefiro ficar em casa.


  Não sei se é por achar que vou incomodar, atrapalhar, passar vergonha, que não serei ao menos notada ou lembrada, pois já percebi tantas e tantas vezes que reconhecia as pessoas na rua, e elas pareciam não se recordar de mim ou que não queria falar comigo. Na verdade eu não acredito que não se lembrem de mim, e sim que escolhem não me ver, me ignorar, me esquecer... completamente desprezível.

  Quando algumas pessoas "se permitiam" ficar perto de mim, me permitiam lhes chamar de amigos, eu tentava esconder a timidez e até me sobressair, aproveitar enquanto eu era vista e ouvida para falar tudo o que queria, o tempo todo. Mas acho era melhor não ser enxergada, pois minha atitude me transforma na chata e insuportável, aquela que ninguém convida para nada, a Lula Molusco do "Bob Esponja", enquanto todos os outros eram os personagens legais. Isso sempre me deixava pior, mais tímida, deprimida, cada vez mais decepcionada comigo mesma.

  Até hoje não mudou nada, continuo sendo desprezada e ignorada, sem nenhum amigo nem colegas, falando sempre sozinha, escondida fingindo que todos leem tudo que escrevo no twitter, por exemplo, que alguém se importa e me acha legal.

  De verdade, eu não gosto de ser um bicho do mato, como dizem. Perco tantas oportunidades e deixo de resolver tanta coisa... Sei que tenho que amadurecer e  aprender a encarar e me virar sozinha, ser mais independente, tento tento tento... Mas no fundo mesmo eu acho que nunca vou deixar de ser assim.


  Alguém também é ou já foi assim? Como lidam/lidaram com isso? Será que um psicólogo ajuda?


Deixe um comentário